A ação contou com o apoio do Salão Cabelo de Nega e reuniu a comunidade em geral

Na última sexta-feira (8), o Centro Cultural Wanda dos Santos Mallmann em Pinhais, recebeu um evento em menção ao mês da Consciência Negra. A ação contou com o apoio do Salão Cabelo de Nega e reuniu a comunidade em geral.

O diretor de Cultura, Marcos Oliver, agradeceu a presença dos participantes e “Não precisamos fazer grandes ações de conscientização, mas as atividades devem ser constantes. Como gestores da Cultura em Pinhais assumimos este compromisso de levar esta temática a cada vez mais pessoas para que a conscientização seja efetiva”, afirma.

A desembargadora do Tribunal Regional do Trabalho da 9ª região, Neide Alves dos Santos, compartilhou um pouco de sua história com o público presente e destacou o diferencial do município no que diz respeito a esta temática. “Hoje se fala muito sobre racismo, mas isso fica limitado a este mês de novembro e ao mês de maio que marca o fim da escravidão. Depois isso fica meio silente no restante do ano. Fico feliz em saber que aqui em Pinhais, isso não é uma realidade, pois aqui temos o Circuito de Conscientização no qual são realizas diversas ações e não somente nessas datas”, ressalta.

A proprietária do Salão Cabelo de Nega, Alessandra Armond, também comentou sobre peculiaridades de sua trajetória. “Todas as palavras preconceituosas que eu ouvia, principalmente em relação ao meu cabelo, doíam muito em mim. E para mudar esta situação devemos entender que todos têm sonhos, temos vontade de ser alguém e devemos respeitar as pessoas acima de tudo, não devemos desqualificar ninguém por ser negro ou pobre”, salienta.