O Jornal mais lido de Pinhais

Get Adobe Flash player

VERSÃO IMPRESSA

OUTUBRO

SETEMBRO

 agosto

 

  julho 2019

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Neste ano, foram mais de 45 espetáculos apresentados em 15 dias de evento

Entre os dias 11 e 25 de outubro a Prefeitura de Pinhais, por meio do Departamento de Cultura da Secretaria Municipal de Cultura, Esporte e Lazer (Semel), realizou a 14º Festival de Teatro de Pinhais, evento que encerrou com chave de ouro com a premiação em 20 categorias. Neste ano, o Festival de Teatro contou com a apresentação de 47 espetáculos de 40 grupos diferentes, de companhias vindas das cidades de Almirante Tamandaré, Araucária, Campo Largo, Cruzeiro do Oeste, Curitiba, Ibiporã, Piraquara, São José dos Pinhais, São Paulo e São Roque (SP). Além da mostra, o Festival contou com oficinas gratuitas de formação de plateias e para atores.

A premiação aconteceu no último sábado (9), no Centro Cultural Wanda dos Santos Mallmann. Na abertura a prefeita de Pinhais, Marli Paulino, agradeceu aos participantes, público, organizadores, jurados, colaboradores, “enfim, todos os que fizeram o sucesso de mais uma edição do nosso Festival”. Marli destacou seu orgulho de ver, no vídeo apresentado antes da cerimônia, a transformação que a cidade teve nos últimos 10 anos. “Nesses anos fizemos muitas coisas e continuamos trabalhando para fazer o melhor para as pessoas de Pinhais e para os visitantes da nossa cidade”.

Para o secretário da Semel, Elom Tiago Fagundes, “durante dias pudermos ver e sentir a força que essa arte tem de impactar e mudar vidas. Agradeço a todas as Companhias, e a nossa equipe que trabalhou sem descanso para dar o melhor à nossa população. A melhor premiação é demonstrar a força que cada um de nós tem por meio da arte do teatro. Vamos aproveitar a vida antes que a cortina se feche”.

Já Marcos Oliver, diretor de Cultura, destacou o dinamismo da cultura em Pinhais, “com uma equipe que se desdobra e faz tudo com muito amor. Mais uma vez Pinhais mostra que a cultura é forte. Viva as artes, viva o teatro!”

Durante a premiação aconteceram algumas intervenções. Com a equipe da cultura vestidas de vilãs e vilões dos contos de fadas, em uma das pausas aconteceu a apresentação de dança e encenação teatral da Malévola. Em outro momento, foi lembrada a primeira-dama do Teatro do Paraná, Lala Schneider, do teatro que leva seu nome e o fundador, João Luiz Fiani. Este foi homenageado com uma placa, recebida pela Carol Scabora, da Parnaxx, a produtora que dirige Fringe e apoiadora do Festival, que também teve o patrocínio da Iepi Escola Pinhais, Duelart Teatro Escola, Bee Tools Escola de Inglês, Nino Alves Cabelereiro, Natal Papelaria e Presentes e Universidade Positivo - Polo EAD Pinhais.

 

MAIS FOTOS

 

Vencedores:

Categoria Estudantil
- Melhor Caracterização: Orfeu e Eurídice (4 Tt - Colégio Estadual do Paraná);
- Melhor Tecnia: Nasceu uma Princesa (Grupo de Teatro do Colégio Positivo);
- Melhor Intérprete: Mônica Golçalves em “Orfeu e Eurídice” (4 Tt - Colégio Estadual do Paraná);
- Melhor Direção: André Meirelles por “Orfeu e Eurídice” (4 Tt - Colégio Estadual do Paraná);
- Melhor Dramaturgia (Texto Original): Rafaela Ricardo por “Nasce Uma Princesa” (Grupo de Teatro Colégio Positivo);
- Melhor Espetáculo: “Orfeu e Eurídice” (4 Tt - Colégio Estadual do Paraná).

Categoria Amador
- Melhor Caracterização: 3D (Companhia de Teatro Eskéte);
- Melhor Tecnia: Negro não Nego (Negro não Nego);
- Melhor Intérprete: Artur Costa em “Trato é Trato – Não maltrate os animais", por “João Coelho / Homem / Pai / Cachorro”;
- Melhor Direção: Wesley Furquim por “Um Barco na Lama” (Coletivo Narciso);
- Melhor Dramaturgia (Texto Original): Coletivo Narciso por “Um Barco na Lama” (Coletivo Narciso);
- Melhor Espetáculo: Negro não Nego (Negro não Nego).

Categoria Profissional
- Melhor Caracterização: Contos de Tirar o Sono (Cia Zero8 de Teatro);
- Melhor Tecnia: Solamente (Cia Ganesh);
- Melhor Intérprete: Humberto Gomes em "Solamente", por "Ele";
- Melhor Direção: Diana Sitonio em “Os Palhaços” (Cia Teatral Baba de Anjo);
- Melhor Dramaturgia (Texto Original): Ariel Pescke, Deise Warken, Julia Vidal, Leo Castilhos, Mauro Zanatta, Nelson Bomfim, Pedro Melo e Raphael Martins por “Os Psicopatos - Uma Sátira Política” (Os Bonobos da Corte);
- Melhor Espetáculo: Aconteceu no Brasil, enquanto o ônibus não vem (Grupo Arte da Comédia).

Melhor Intérprete Mirim
- Ryan Gustavo por Matheus no espetáculo amador “A Mala de Hana”.

Melhor Espetáculo para Grupos Universitários
- O Despertar da Primavera (Cia Quinto - PUC/PR).

PUBLICIDADE LEGAL

 

PUBLIQUE SÚMULAS

FALE CONOSCO

tudoPinhais@gmail.com

(41) 36638447

41-99690-0125

 

CONTATO COMERCIAL

atendimento pelo email:

tudoPinhais@gmail.com

 

Visitantes

003718141
Hoje
Ontem
Ultima Semana
Ultimos Mêses
Este Mês
Último Mes
Total Geral
146
1710
5712
3697256
20885
67181
3718141

Your IP: 172.69.63.193
Server Time: 2019-12-11 02:51:44

Facebook